Historico

Em novembro de 2007, Mauro Pires Neto pede demissão do seu emprego em uma agência de logistica de transporte em eventos, para se dedicar a seu grande sonho, que é viver da sua arte e poder ajudar as pessoas ficarem mais tranquilas e alegres. Como já estudava palhaço desde 2001 e vivenciou todo o caos que se formou devido ao APAGÃO AEREO, Mauro enxergou a necessidade de entreter os usuários dos aeroportos que hoje enfrentam, atrasos, medo de voar e stress, amenizando a tensão do ambiente.

Assim nasceu a ESQUADRILHA DA RISADA, com o conceito de pilotos avoados, uniformizados com macacões e capacetes de couro personalizados, logotipo e slogan “Rindo, o tempo passa voando”.

Os primeiros pilotos foram Catarino (Mauro Pires Neto) e Joel (Marcelo Cozza), amigos que já estudavam a arte do palhaço na Academia Nova Dança, em São Paulo, e que, com a cara e a coragem, foram tentar o seu primeiro vôo em novembro de 2007, no Aeroporto Internacional André Franco Montoro, em Cumbica, Guarulhos, São Paulo. Logo após, o Palhaço Romão (Adenilson Medeiros de Teixeira), que com eles fazia trabalhos de voluntariado na ONG Operação Arco Iris, em hospitais da Capital, foi integrado à trupe.

No início a Esquadrilha enfrentou resistência por parte da Infraero, mas graças à persistência da Trupe e da seriedade com que desempenhavam suas ativididades, sempre com respeito às pessoas e aos funcionários do Aeroporto, conseguiram uma entrevista com o Supervisor obtiveram “permissão” para trabalhar e acabaram sendo chamados para participar de um evento da própria Infraero, dia 09 de abril de 2010 com  327 crianças fizeram um voo panorâmico no Rio de Janeiro, e os pilotos Catarino e Romão ficaram encarregados do entretenimento em terra e a bordo. Hoje, sempre como voluntários, atuam com o apoio cultural da GRUAIRPORT (nova concessionária do aeroporto de Guarulhos), tendo já vestiário disponível e passe de estacionamento grátis.

A formação atual da Esquadrilha da Risada é composta por três pilotos avoados sendo eles, piloto Romão (Adê Teixeira), piloto Catarino (Mauro Pires Neto) e piloto Acerola (Tiago Abad) que entrou no lugar do piloto Joel (Marcelo Cozza), que optou por uma carreira solo.

Esquadrilha da risada-6